|RESENHA| O SEGREDO DOS ELFOS - PAULA PAGLIARINI


Título Original:  O Segredo Dos Elfos
Autoar: Paula Paglirani
Editora Novo Século 
Páginas: 264
Sinopse:

 A cor de seus olhos define quem você é, suas habilidades, o seu destino.

Antes de ser incorporada em uma das frotas do reino de Alfheim, Anabel, uma jovem guerreira elfo, precisa passar por um teste e, ao fim deste, um portal mágico se abre, revelando uma maldição e uma espada lendária há muito tempo perdida. Com a guerra iminente contra os trolls, Anabel parte para o reino de Quimera, o reino dos homens. A guerreira precisa lidar com o ódio do rei de Alfheim e com o amor do príncipe. No entanto, tudo muda quando ela conhece um belo elfo com os cabelos cortados e olhos profundamente azuis-marinhos e a história da espada é desvendada, assim como a origem de Anabel, até então desconhecida. Perante a guerra, um novo vilão é revelado, alguém que faria qualquer coisa para mudar o destino de Anabel. A habilidosa guerreira precisa escolher entre a vida que conhece e a vida que poderia ter se decidisse ficar com o incrível elfo de olhos azuis. 

                                                                                  Resenha


O livro de hoje é O Segredo Dos Elfos. O livro trás a história de Anabel, uma elfa guerreira. Ela foi deixada há alguns anos na porta de um casal e ninguém sabia quem havia deixado ela lá e quem eram seus pais de sangue. Ela cresceu e se tornou uma ótima guerreira. Ela estava destinada a isso por causa dos seus olhos. A cor do seu olho define seu futuro, seu cargo. Achei isso bem interessante. Anabel teve a sorte de gostar daquilo que estaria então predestinado a ela. Outros não têm tanta sorte assim.

"As funções no reino eram distribuídas de acordo com a cor dos olhos. Os elfos de olhos acinzentados eram da realeza, pois eram descendentes de lordes ou filhos do rei. Os lordes que auxiliavam no governo tinham lindos olhos violetas. Os elfos destinados a ter o poder do conhecimento e da cura tinham olhos azuis. Aqueles destinados a se tornar guerreiros tinham olhos verdes. Os olhos castanhos designavam os elfos artesãos, ao passo que os empregados do castelo tinham olhos cor de mel."


Nos sabemos quem são os verdadeiros pais dela. O Rei, ao ver que o filho, que na verdade é uma filha, de sua mulher não tem olhos que deveriam ser da cor acinzentada, ele leva a criança embora e deixa na frente de uma casa e diz que a criança não sobreviveu.

Anabel cresce e faz 18 anos. Ela precisa cumprir um teste. E durante o teste, ela descobre uma espada que guarda muitos mistérios. Ela consegue concluir sua missão e se torna cada vez mais esse prodígio. Ela parte em uma missão, uma guerra, e ela vai descobrindo mais sobre si e tudo mais.


Uma das coisas que me deixou confuso ao ler esse livro foram os nomes dos personagens: Anabel, Gabriel, Bariel, Theiliel, Juliel... Foi muito difícil lembrar exatamente quem era quem. Os nomes de quase todos tinham a terminação igual, mas isso é só algo que eu observei.

Outra coisa é a quantidade de pretendentes para Anabel. Apesar de no final, eu conseguir ver que isso tinha um significado, eram muitos e ela meio que ficava perdido nos seus sentimentos e etc.



Eu estava um pouco decepcionado, pois ela é enviada para tal guerra e tudo, mas não tinha nada de muito novo ali. Eu achei que a história estava se encaminhando para um final feliz e somos todos unidos e etc.



E autora me joga explode uma bomba no livro que eu nem percebi que estava lá. Foram coisas tão rápidas que eu só queria ler sem pensar no amanha. Lembrou-me a escrita da Suzanne Collins, ok está tudo indo, mas de repente um monte de coisa acontece. Parece que é para saber se você esta prestando atenção na história.

Eu acredito que vai ter uma continuação – eu preciso de uma.
Amei a capa, a diagramação do livro está ótima. Uma ótima leitura, uma escritora que perece reconhecimento pelo seu trabalho.









Vou deixar os links da autora e do livro. Abraços. :)
 



4 comentários:

  1. Olá. Já faz quase, não sei quanto tempo que li esse livro e tipo... Necessito de um filme dessa obra.
    É lindo demais e a paradinha dos nomes eu também fiquei encucado. Mas a história é tão gostosa que é possível nos fazer pensar que tudo vai dar certo, mas pá. É como tu disse. É confundível, mas ótimo.

    ResponderExcluir
  2. Olá Douglas, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas adorei a premissa. Nunca li nada parecido, fiquei super curiosa, mas com um pouco de receio também ... Será que vai ter continuação mesmo porque não gosto quando as histórias terminam mais ou menos, sabe?! Então, estarei acompanhando a autora pra saber o que acontece,rs. Enfim, amei a dica!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Gosto de histórias que tenham elfos, acho a mitologia muito interessante e fico interessada em ler livros com essa temática.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  4. Estava mesmo procurando por livros como esse para acrescentar à minha lista. Pela sinopse e pela resenha, vou gostar muito dele.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.