|UMA MÚSICA POR SEMANA| JEREMIAS


Hey, recentemente eu descobrir uma música que tem me impactado muito. Ela mexeu com a minha estrutura e eu senti a necessidade de compartilhar ela. Nos comentários do vídeo dessa música, muita gente não conseguiu entender o que quis ser passado. Não, não to aqui pra explicar, mas para mostrar a minha visão da música e do clipe, e compartilhar o que juntos eles me mostraram. 

É uma música cristã – não precisa citar Jesus ou Deus para sabermos que é – e se você é cristão, tenha maturidade espiritual para entender apesar dos seus gostos.  É uma música que você, provalvemente, não vai entender tudo de primeira. Eu estou ouvindo todos os dias e estou sempre achando algo novo.  Muita gente criticou pelo fato da música não ser “mastigada”.

Um cantor cristão, Felipe Valente, comentou no vídeo assim: Quando alguém diz "não entendi e não gostei", me leva à crer que ela só é capaz de gostar de algo que não lhe seja estranho, ou seja, previsível. Se a previsibilidade supera o deslumbramento pelo inusitado, logo, tendo a achar que tal pessoa detesta arte. Meu conselho: não sofra. Procure sempre músicos previsíveis.


A música é baseada, a meu ver e pelo nome da música, óbvio, no livro de Jeremias da Bíblia. Onde acompanhamos Deus levantando e usando Jeremias, um dos principais profetas narrados na Bíblia.

O clipe começa com um astronauta “dormindo” e imagens e vozes começam aparecer em sua mente. Arisco dizer, coisas que não fazem muito sentido até então, para ele e para nós. E a letra nessa parte diz:

Tempestade traz memória
Eu só sou sopro e pó
Traz o peso em minha boca
Da tarefa que assola

Da tarefa que assola. Aquelas imagens são parte da missão dele. Os riscos e lugares “sem nexo” é o que ele deve fazer e onde ele deve ir. É o momento que Deus separa ele para isso. A roupa de astronauta me diz que a mensagem não vem desse mundo.

E se você ler Jeremias 1, vai conseguir identificar vários desses pontos.


 E o astronauta começa a caminhar e fazer coisas, de novo, sem sentido. Ele escreve algo ali, escala ali e vai onde ele sente que tem que ir, eu percebo que ele fica meio que perdido em uns momentos por não está acontecendo nada. Mas ele continua.

Eu serei uma fortaleza
E irei não por mim
Desde o ventre eu conheço
Essa voz que acompanha

E irei não por mim. Não é sobre Nós. É incrível. Esse pedaço da música é semelhante ao versículo 18 de Jeremias 1: “E hoje eu faço de você uma cidade fortificada...”. 

Se o que eu disser não for meu
Eu sou boca e não falo por mim
Se repito o que Ele pedir
Não sou eu, mas é Ele quem diz

Conseguimos perceber que colocaram algum efeito na voz do Gabriel, quem canta e é também o astronauta, e muita gente reclamou disso, mas isso tem um significado. Seria a voz de Deus saído do astronauta. Não sou eu, mas é Ele quem diz. As palavras saem dele, mas quem diz é Deus.

No final, depois de ter feito tudo aquilo que ele deveria fazer. Ele para e espera. E é o momento onde uma espécie de fogos de artifícios aparece e ele fica surpreso e corre para saber o que é aquilo. E no final, ele enxerga um pequeno brilho em um lugar escuro. Isso diz que a palavra não voltou vazia.

Eu não sei se você como cristão já teve essa experiência de Deus mandar você fazer ou falar algo para alguém que aparentemente não tinha o menor sentido e você faz e fica maravilhado com tudo aquilo.

Que essa música te edifique.  
.
Abraços


7 comentários:

  1. hi dear,
    i'm a new follower of your nice blog, can you follow mine on my blog?
    https://amoriemeraviglie.blogspot.it/

    ResponderExcluir
  2. Oi! Bacana seu projeto, além de bem inspirador, afinal, o que melhor do que música para nos fazer refletir?
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Adorei o projeto. Espero que continue porque para mim a música também é a melhor forma de refletir sobre a vida :)

    ResponderExcluir
  4. Amei que tenha trago essa música porque também estou intrigada com ela rs. Felipe Valente falou tudo, amei o comentário dele e sua postagem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Douglas, tudo bem?
    Não conhecia a música, mas agradeço por ter compartilhado conosco. Eu sou cristã e gosto muito de musicas que tem uma letra forte, baseada na palavra, o que parece ser o caso dessa. Obrigada pela indicação, vou procurar ouvi-la completa e refletir melhor.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    É muito legal quando a música nos toca, conseguimos encontrar um significado único para nós. Eu penso que a arte possui várias formas e vários sentidos, um deles pode ser nos incomodar, inquietar e fazermos querer fugir, mas infelizmente estamos entorpecidos com a arte do entretenimento.

    https://refletindoweb.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Adoro ao Rei, componho, dou glória sempre que respiro.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.